Seminário no Cepec reúne projetos de Iniciação Científica

Pesquisadores da Ceplac, orientadores e estudantes bolsistas, além de representantes da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), participaram da abertura do III Seminário de Iniciação Científica do Centro de Pesquisas do Cacau (Cepec) nesta terça-feira, 7. Com o tema “Incentivando a Pesquisa”, o evento foi realizado no auditório Hélio Reis de Oliveira.

Na solenidade, o chefe do Centro de Pesquisas do Cacau, Adonias de Castro Virgens Filho, falou sobre a importância do evento para a Ceplac, uma instituição que incentiva a pesquisa em diferentes áreas: genética, fitopatologia, solos e biologia molecular. ”O Cepec está sob pressão da demanda da sociedade e é nossa obrigação divulgar os trabalhos que aqui são realizados”, frisou.

Na oportunidade Adonias de Castro atribuiu o sucesso do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (Pibic) para avanço científico e a busca de novos talentos na área da pesquisa à da dedicação da coordenadora, a pesquisadora Karina Gramacho, que em seguida fez breve palestra sobre a Iniciação Científica na Ceplac.

A coordenadora de Iniciação Cientifica de Cotas da Fapesb, Ana Cristina Matos, destacou a importância do Seminário e da Fundaão para a evolução cientifica, desenvolvimento de projetos e seu impacto na sociedade baiana. “A Fapesb é órgão de fomento na Bahia que ajuda a inserir alunos na formação de mestrado e doutorado, além de oferecer mão de obra qualificada não só para o Estado, mas para todo o Brasil”, comentou.

Para Gabriel Paternostro, um dos bolsistas da Fapesb, o Seminário é fórum importante para apresentar sua pesquisa relacionada ao geoprocessamento. “Pude mostrar como está se dando a depredação de remanescentes florestais e da área urbana, além da atual tendência sócio-econômica da região e a substituição da lavoura por pastos”, declarou.

Durante a manhã, pelo menos 11 trabalhos de iniciação científica da Fapesb de um total de 23 foram apresentados, dentre eles: “Estabelecimento de Metodologia para Determinação da Incompatibilidade Sexual do Cacaueiro, Através de Cortes Histológicos”; Compatibilidade Somática de Biótipos de Moniliophtora perniciosa oriundos de Solanáceas e Malváceas na Bahia”.

Ainda, “Desenvolvimento do Software para Coleta de Dados em Campo Utilizando Dispositivos Móveis”; “Mapeamento do Uso e Ocupação do Solo no Município de Itabuna” e “Entomofauna dos Frutos em Decomposição de Abricó-de-Macaco, Couropita guianensis Aublet (Lecythidaceae)”.

Nesta quarta-feira, no auditório do Centro de Extensão da Ceplac (Cenex), acontece o segundo dia do Seminário. Na solenidade de abertura, o evento contou com a presença do Coordenador geral Técnico-Científico da Ceplac, Manfred Müller, do chefe do Cepec, Adonias de Castro Virgens Filho, e da adjunta Stela Dalva Midlej e Silva; do pesquisador da Ceplac no Amazonas Cleber Novaes Bastos; e dos pesquisadores da Uesc/CNPq, Alex Alan; e da Ceplac Uilson Vanderlei Lopes e Quintino Reis Araújo.

Ascom-Rezende

Fonte: CEPLAC/ACS/Ceplac/Sueba

Assessoria de Comunicação da Ceplac

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *