EBDA leva mais de 600 mil mudas de palma para o Oeste da Bahia

0
Foto: EBDA
O município de São Félix do Coribe, localizado a 800 km de Salvador, recebe, nesta sexta-feira (26), 600 mil mudas de palma, a serem utilizadas na implantação de 10 hectares de palma adensada, na Estação Experimental da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura (Seagri). A ação faz parte do Programa de Segurança Alimentar do Rebanho da Agricultura Familiar do Estado da Bahia, uma iniciativa da Seagri, através da EBDA, que visa oferecer, para o agricultor familiar, formas e meios para garantir a alimentação do rebanho no período de seca.
De acordo com o diretor de Pecuária da EBDA, Marcelo Matos, a ação objetiva a produção de mudas de qualidade para a distribuição aos agricultores familiares, a partir de 2013.
Por ser rica em sais minerais, carboidratos e composta por 90% de água, a palma é considerada importante alternativa para os rebanhos em períodos de longa estiagem. A técnica do plantio da palma forrageira de forma adensada (diminuição do espaço entre as mudas) está sendo disseminada pelos técnicos da EBDA que prestam Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) a agricultores familiares em todas as regiões do semiárido baiano.
Segundo Matos, a empresa investiu mais de R$ 240 mil na aquisição dessas mudas, que são resistentes a cochonilha do carmim, uma praga que tem destruído grandes áreas de palma em outros estados do Nordeste. “A palma adensada é uma alternativa excelente para o agricultor familiar, pois o custo de produção é baixo e a produtividade chega a ser 10 vezes maior do que de um cultivo tradicional”, disse o diretor.
Nas próximas semanas, mais 200 mil mudas chegarão a Estação e todas elas serão utilizadas na implantação de Unidades Demonstrativas (UD) em comunidades de agricultores familiares da região Oeste, que disseminarão a tecnologia do cultivo. O Programa está sendo desenvolvido em todo o Estado e, até o final de 2012, 500 UD serão implantas em comunidades de agricultores familiares, como aconteceu no último sábado (20), no município de Uibaí, na comunidade do Caldeirão, que recebeu a primeira unidade demonstrativa de palma adensada do Programa.
O Programa
O Programa de Segurança Alimentar do Rebanho da Agricultura Familiar, financiado pelo Fundo de Combate à Pobreza (Funcep), desenvolvido em setembro de 2011, pela Diretoria de Pecuária da EBDA, além de contribuir para a sustentabilidade da bovinocultura de leite e da ovinocaprinocultura da agricultura familiar, incentiva a produção de alimentos, a geração de trabalho, renda e inclusão social.
A necessidade de reserva estratégica de alimentos para os animais, em período de estiagem, foi a mola impulsora deste programa, que também objetiva implantar uma biofábrica para produção de mudas de palma, além de produzir e distribuir, anualmente – a partir de 2013 -, 75 milhões de mudas (raquetes) de palma, para mais de 30 mil agricultores familiares.
Fonte:
EBDA/Assimp                                                                              
(71) 3116-1910/ 1803 
ebda.imprensa@ebda.ba.gov.br
Ascom – Armênio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.