Chocolate ajuda a manter o cérebro saudável

0
O site de medicina WebMD reuniu uma lista com alguns dos melhores ingredientes para ‘alimentar o cérebro’ que se devem incluir na dieta diária. Estes alimentos possuem características antioxidantes e anti-inflamatórias poderosas que ajudam os neurónios a funcionar melhor.
1. Chocolate preto
O chocolate preto tem propriedades antioxidantes, contém vários estimulantes naturais, como a cafeína. Estes aumentam a concentração e estimulam a produção de endorfinas, o que ajuda a melhorar o humor. A dose recomendada fica entre 30 e 60 gramas por dia.
 2. Sumo de romã
 O sumo deste fruto oferece benefícios antioxidantes que protegem o cérebro contra os danos dos radicais livres – que prejudicam as células saudáveis do corpo -, prevenindo o aparecimento de Alzheimer, como indica um estudo que o Boas Notícias divulgou em Setembro deste ano.
3. Feijão
 O feijão, apesar de ser um alimento “subvalorizado”, segundo o WebMD, tem a capacidade de estabilizar os níveis de açúcar no corpo (glicose). O cérebro, sendo dependente da glicose, baseia-se num fluxo constante de energia que pode ser oferecido pelo feijão. Qualquer tipo de feijão tem este efeito no corpo, com atenção especial para as lentilhas e feijão preto, tendo uma dose diária recomendada de meia chávena.
 4. Abacate
 Apesar de ser uma fruta gordurosa, o abacate é composto por uma gordura monoinsaturada, que contribui para um fluxo de sangue estável no corpo. Esta fruta tem a capacidade de baixar a pressão arterial, um fator de risco para o cérebro. A dose diária recomendada ronda uma metade de abacate.
 5. Salmão
 Este peixe de águas profundas é rico em ómega-3, ácidos gordos essenciais para o funcionamento do cérebro. O ómega-3 contém substâncias anti-inflamatórias, tal como a sardinha e o arenque. Por dia deve consumir-se cerca de 200 gramas deste tipo de peixe. Fonte: Boas Notícias

Fonte: Mercado do Cacau

Decom – Armênio

Os comentários estão desativados.