Ceplac no Consórcio Vale do Rio das Contas

Protocolo reforça ações da Ceplac no Consórcio Vale do Rio das Contas

A Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), através da Superintendência de Desenvolvimento da Região Cacaueira da Bahia, assinou Protocolo de Intenções com o Consórcio dos Municípios do Vale do Rio das Contas, na sua sede em Ipiaú, na sexta-feira, 24, para a elaboração de um novo convênio de cooperação técnica, com a incorporação do município de Ipiaú. À instituição cabe, além da coordenação geral, ações de pesquisa e extensão rural visando a consolidação do Agropolo de fruticultura.

O ato de assinatura do Protocolo contou com a participação do superintendente da Ceplac na Bahia, Antonio Zózimo de Matos Costa, e do assessor de Planejamento, Mário Tavares, e do chefe do Núcleo de Extensão da Ceplac em Ipiaú, Vilson Souza. Também participaram da solenidade o prefeito de Ipiaú e presidente do Consórcio dos Municípios do Vale do Rio das Contas, Deraldino Alves de Araújo, e os prefeitos de Aiquara, Juthay Souza Cosme; de Apuarema, Raimundo Pinheiro de Oliveira; de Ibirataia, Jorge Abdon Fair; de Itagibá, Gilson Manoel da Fonseca; e de Jitaúna, Edísio Cerqueira Alves, além de representantes do Sebrae.

O prefeito Deraldino Araújo disse em entrevista ao programa “De Fazenda em Fazenda”, promovido pela Ceplac em parceria com ADAB, na Rádio Difusora Sul da Bahia (640 Khz), em Itabuna, que a assinatura do documento reforça o compromisso das instituições parceiras e suas obrigações com o Consórcio. “A Ceplac é responsável pela assessoria técnica e grande colaboradora dos municípios no projeto de autosustentabilidade do Pólo de Fruticultura. Sem a efetiva participação dos governos federal e estadual e outras instituições não alcançaremos sucesso”, declarou.

Para o dirigente do Consórcio, os municípios têm conseguido êxito na assistência aos agricultores embora enfrentem crise na arrecadação tributária e perdas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). “Apesar de penalizados temos trabalhado unidos e as secretarias de Agricultura cumprem seu papel atendendo aos agricultores familiares. A fruticultura cresce na nossa região e também o setor agroindustrial com unidades em Ubatã, Ibirataia e Ipiaú, o que favorece a criação de empregos e gera receitas”, disse Deraldino Araújo, destacando que o Consórcio foi criado há 12 anos.

O coordenador – geral Antonio Carlos Araújo informa que o Consórcio passou a contar com 15 municípios, cuja união para favorece o desenvolvimento regional. “Na articulação com instituições parceiras se vai incentivar o associativismo entre os agricultores, maior aplicação tecnológica e aquisição conjunta de insumos e a diversificação de cultivo de fruteiras para assegurar matéria-prima às agroindústrias regionais e o acesso ao mercado consumidor da produção”, disse o economista da Ceplac.

Ascom-Rezende

Fonte: Jornalista ACS/Ceplac/Sueba/Luiz Conceição

Assessoria de Comunicação da Ceplac

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *