Adab emite GTA para aves de rapina

0

FALCO1Na última quarta-feira (21), a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab) recebeu a visita de um Falcão-de-coleira (Falco femoralis) e um Gavião-asa-de-telha (Parabuteo unicinctus) para emissão da Guia de Trânsito Animal (GTA). As aves de rapina são adestradas no Centro de Preservação de Aves de Rapina (CePAR) e seus treinadores vieram solicitar a emissão o documento obrigatório para o trânsito de animais.
A empresa tem o compromisso e a consciência com a vigilância epidemiológica. CePAR é uma empresa de controle ambiental que utiliza a falcoaria – arte de adestrar aves para a caça – como forma de se fazer controles em aeroportos, fábricas, indústrias e portos. Os profissionais adestram as aves de rapina para controle de pássaros nas limitações do Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro / Galeão. “Acidentes entre aves e aeronaves são frequentes e não existe predador para atuar na região. As aves de rapina derrubam as presas, mas não as consomem. Elas recebem um alimento como recompensa pelo trabalho”, informou o treinador do CePAR, Júnior Medeiros, lembrando que eles tem autorização do Ibama para atuar.
Na avaliação do diretor-geral da Adab, Paulo Emílio Torres, a visita serviu para mostrar a importância da Guia de Trânsito Animal para a sanidade aviária e a emissão deste documento garante segurança, agilidade e eficácia à defesa agropecuária na Bahia. “Esse sistema permite maior segurança, rapidez na identificação, no controle da sanidade e na rastreabilidade do animal e, utilizado junto com o Sistema Informatizado da Adab, vai tornar a defesa agropecuária no Estado ainda mais eficaz”.
“Dessa forma a Adab trabalha para a manutenção de áreas livres de doenças, minimizando os riscos de introdução ou reintrodução, e disseminação de doenças de importância econômica na Bahia”, finalizou o diretor de Defesa Sanitária Animal, Rui Leal.
Fonte: ADAB

Decom: Orlando

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.