“O Brasil Central é a China brasileira para os próximos anos”, diz Consultoria

0

Notícias CNA

“O Brasil Central é a China brasileira para os próximos anos”, diz Consultoria

A Bienal dos Negócios da Agricultura do Brasil Central, realizada na última semana, mexeu com os negócios realizados pelos Estados que formam o Brasil Central: Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Distrito Federal. Segundo Paulo Rabelo de Castro, sócio da RC Consultores, o Brasil Central é a “China brasileira para os próximos anos”.

 Atualmente, o Brasil Central responde por 35% da produção nacional de alimentos e por 18% das exportações do País, porém, sofre com a ausência de modais eficientes de transporte para o escoamento da produção até os portos, o que faz com que os produtores gastem três vezes mais que os produtores do Meio-Oeste americano.

“Apesar da importância dessa região, é lamentável perceber que a infraestrutura que pensamos para o Centro-Oeste até 2020 não vai acontecer e as federações de agricultura têm que estar unidas para cobrar uma resposta do Governo Federal para melhorar esse cenário. Essa região é um novo Pré-Sal brasileiro”, disse Paulo Rabelo de Castro.

Riscos do Agronegócio

Durante o evento, o diretor de Commodities da BM&F Bovespa, Ivan Wedekin, alertou os produtores  que  “a agricultura não é uma ilha, mas é cercada de riscos por todos aos lados. Riscos de contratos, que ainda são muito verbais; riscos de crédito, que ainda são burocráticos para liberação e tem juros altos; e riscos de preços”, enumerou.  Ele apontou, como saída para esses riscos, que o produtor se previna comprando seguros de preços e informou que a Bolsa está trabalhando para criação de uma indústria de contratos para formalizar os negócios do agronegócio. 
 
Cana-de-açúcar

O presidente da Única, Marcos Sawaya Jank, foi outro convidado do evento. Ele relatou que a indústria da cana-de-açúcar está em plena expansão no Centro-Oeste e contou que os industriais do setor estão focados em ampliar sua participação no mercado mundial. Para isso, foram abertos escritórios da Unica na Europa e nos Estados para promover a imagem do etanol, além de uma campanha em emissoras americanas mostrando que o álcool de cana-de-açúcar não polui o meio ambiente e tem custo menor do que a gasolina. “Até o momento, já temos 43 usinas brasileiras registradas para oferecer álcool para a Califórnia, estado americano que tem o dobro de carros do Brasil”, frisou.

 Institucional

A Bienal dos Negócios da Agricultura do Brasil Central foi uma realização das federações da agricultura de Goiás, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal e Mato Grosso, que são entidades representativas do produtor rural. As federações agrupam serviços de aprendizagem e sindicatos e fazem parte da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que atua no âmbito político nacional e tem representantes nos 26 estados e no Distrito Federal.

Ascom-Rezende

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema FAEG/SENAR

Fotos: Canal do Produtor
Fone: (62) 3096-2200
E-mail:
faeg@faeg.com.br
www.sistemafaeg.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.